Pax Intratibus

12.9.06

Desencanto ao Sul

A Marcha da Maternidade, as greves gerais, as greves parcelares, as marchas Gay, as manifestações do PN (Partido Nacionalista) contra os Gays, as manifestações pró e anti-direito ao Aborto. Eis as pedras basilares dos 8 deputados do BE na Assembléia da República e também sérias dores de cabeça para os restantes portugueses. Porquê? Porque dividem um espaço geo-sociopolítico que já tem mais divisões que a mansão que o Tallon tem na Quinta do Lago. Atravessam-se crises após crises e em vez de se procurar a tão almejada união que permitiria, independentemente de quaisquer posições políticas, religiosas, psicossexuais, etc. a feitura de um esforço conjunto, faz-se precisamente o oposto. Criam-se cada vez mais compartimentações, divisões por onde se passa de uma para outra por portas pequeninas e estreitas.
Acho completamente aberrante, num País da UE as pessoas serem obrigadas a inventar formas de protesto contra o fecho de uma maternidade. Uma Maternidade! Mas o que é isto!!?? Mas onde vivemos? Então fazem-se estádios, "expos" e quejandos e fecham-se maternidades? E já agora, logo, amanhã, porque não as fecham todas e quando os rebentos quiserem sair dá-se um salto à Espanha.
Parece fácil, não é? Mas por algum motivo as tropas romanas do Imperador Diocleciano (o tal que chacinou Cristãos que lhe garantiram um lugar de luxo junto do cornudo e coxo (não, não é esse, falo do diabo)) dividiram esta zona da Península em Galiza, Lusitânia e Bética. Eram três realidades distintas. De todos e só por curiosidade os Galegos tinham o pior exército da Península. Se é para ser Espanhol então vamos fundo, faça-se um referendo, caso contrário, acabemos com estas farsas melodramáticas, ridículas "ad absurdum" e construa-se mais em vez de se fechar o pouco que temos.
A propósito de fechar e lembrando a questão das escolas do Concelho que não vão poder abrir a tempo, problema já resolvido em parte devido à boa-vontade do exército, lanço daqui uma ideia: Aproveitando a situação, porque não abrir uma filial dos Pupilos do Exército em Beja? Assim, fechavam-se todas as escolas do Concelho que o Estado venderia a retalho e poupavam-se uns chorudos Euros. O Exército ficava a ganhar, deixava de ter falta de voluntários e todos ficavam contentes, excepto os pais que não quisessem ver os filhos fardados e submetidos àquela disciplina castrense que faz falta em inúmeros casos. Falo das situações em que os pais batem nos filhos em legítima defesa. Mas o que é que está certo neste País? (dilatando uma afirmação da Trequita: "Mas o que é que está certo nesta cidade?").

14 Comentários:

  • "Mas o que é que está certo nesta cidade?" - acho que vou lançar essa questão lá na Praça.
    Diziam-me uns forasteiros que o melhor BI de Beja é o cheiro a merda que exala do matadouro. E explicavam: o problema não é o cheiro; é a população que admite, sem protestar, que se lhe lance merda em cima.
    Fiquei a pensar com os meus botões. E cheguei à triste conclusão que estes forasteiros (residentes temporários na cidade) têm razão.

    By Blogger nikonman, at setembro 12, 2006 10:52 da manhã  

  • Mais uma vez um post interessante, contudo gerou em mim uma dúvida que, minuciosa como sou, tenho obrigatoriamente que esclarecer...

    quando no final do post escreves "disciplina castrense" estás a referir-te:
    1- aos Castros (Os Castros localizam-se no topo de montes que são defesas naturais e permitem o controlo táctico dos campos em redor),
    2- à ditadura de Fidel Castro
    3- ou será que querias antes escrever "disciplina castradora"?

    By Blogger Trequita, at setembro 12, 2006 6:23 da tarde  

  • @Nikonman: Essa do matadouro é uma grande verdade. A ideia para um post é óptima.
    Um abraço.

    @Trequita: Obrigada pela classificação de interessante, já para não falar no "mais uma vez". Essa de ser minucioso compreendo eu bem, logo eu que sou do signo da Virgem. Quando escrevo "disciplina castrense" não me refiro aos castros, palavra que penso que deriva do antigo Celta Q "caern" e que significava uma povoação mais ou menos fortificada; não me refiro ao Fidel, esse está doente e por agora poupo-o :)); e não queria dizer "disciplina castradora" o que nem sempre o regime militar é. Quis mesmo dizer "castrense" que se reporta a "militar".
    Bjokitas.

    By Blogger Abade.anacleto, at setembro 12, 2006 8:05 da tarde  

  • :))
    Pronto! Mais uma vez fica provado que a minha cabecinha pensadora teima em procurar problemas onde não os há! :) Sabes que isto de ser viciada em resolução de problemas é uma chatice!
    :)

    By Blogger Trequita, at setembro 12, 2006 9:43 da tarde  

  • Mesmo que quisesse não conseguiria estar em desardo com uma vírgula. E sabes bem que sendo um maníaco da psico da "gestalt" não deixo de me agarrar "desesperadamente" a certos pormenores. E para mim o teu "post" ainda vale mais pelo pormenor de que "Então fazem-se estádios, "expos" e quejandos e fecham-se maternidades?". Embora quase me dêem náuseas as razões mercantilistas deste (des)governo, compreendo e aceito por milhentas razões que as barriguditas prefiram ter os miúdos ali ao lado, mas a tua afirmação que transcrevi faz-me sorrir (ou rir a bandeiras despregadas, mesmo dessas dos chineses) por causa desses defensores a toda a força (que não têm filhos) que estes podem e devem ser paridos em casa de nuestros hermanos; é barato e dá milhões, mas mais milhões haveria se não fosse o ópio da bola que somos obrigados a gramar (e pagar).
    Um abração

    By Blogger celtiberix, at setembro 12, 2006 10:08 da tarde  

  • Mais um óptimo texto.
    A grande sorte do BE é ainda não ter tido um resultado eleitoral realmente mau, porque, aí, as coisas vão começarem a azedar...
    Para não falar do constante apaparicar por parte de alguns jornalistas que nem sequer conseguem disfarçar o seu entusiasmo por algums ideias lançadas pelo BE.

    Quanto a Beja só me apetece dizer: cada vez mais vazia de gente, de alma e de objectivos. Uma morte lenta que custa muito observar perante a passividade dos responsáveis políticos. Honra seja feita a muitos bloggers como o meu amigo, o nikonmam, o zig, a trequita, o chico, o celtiberix, etc, que ainda vão metendo o dedo na ferida. Dói. Mas tem de ser.

    Abraço!

    By Blogger RCataluna, at setembro 13, 2006 5:53 da tarde  

  • Poia é amigo, esta cidade está em peigo, e não estou a falar metaforicamente.
    Já foram os alemães (foram eles que começaram o enterro do burgo com a elevação absurda do nivel de vida), já foi o banco de portugal (a letra minuscula é propositada), a direcção geral de viação. A seguir vai o politécnico,o aeroporto, e quem sabe o hospital ...
    Só uma pergunta: porque é que eu continuo a gostar disto, e até quando vou resistir a apelo de mudar para uma cidade em evolução. Um abraço ( em alturas de desespero observo a nossa torre de menagem, resulta)

    By Blogger trugia, at setembro 13, 2006 10:27 da tarde  

  • Optima reflexão... mas não me deixa de entristecer... nós escrevemos para quem sabe q a nossa realidade está ameaçada, todos os que lemos e escrevemos somos exactamente os mesmos que já percebemos a realidade :

    Alentejo , lugar onde tudo se extingue aos poucos e onde aos pobres se retira até a pobreza q têm! Sermos nós a ler isto assusta-me, pq poderia estar numa base de mudança de mentalidades a mudança de muito mais!

    By Blogger In_util, at setembro 16, 2006 8:23 da tarde  

  • BE = Blogue Embirrante (lol)

    Sermos espanhóis??? Mas será que os espanhóis nos querem???
    Falando a sério. Desde que estou cá, Beja tem sido muito letárgico. Não se participa em nada, mas para criticar, são os primeiros, mas à boca pequena. É pena, porque Beja tem muito potencial, a todos os níveis....

    By Blogger Zig, at setembro 18, 2006 1:36 da manhã  

  • @Celtiberix: Obrigada meu amigo pelas palavras com que tão bem trabalhas. Realmente tens toda a razão.
    Um abração, boa semana de trabalho (risos) e a minha benção Abacial.

    @RCataluna: Obrigada pelos elogios e infelizmente pela concordância com o que escrevi (o que é mau sinal para nós). Em relação aos Blogues que citaste, faço-te reparar que omitiste (;) um importantíssimo: "O Bom Gigante", ponto de paragem obrigatória para mim e para tantos outros.
    Um abraço e uma boa semana.

    @Trugia: Pois é meu amigo, é por nós amarmos esta cidade sofrida que ainda nos custa mais ver certas coisas. Mas isto não significa que eu ou qualquer um de nós vá desistir só porque não nos gramam.
    Um abraço e boa semana.

    @In-Util: Tens razão minha amiga, mas como Freud dizia, "o auto-reconhecimento da doença é meia cura.". Nós sabemos o que está mal e usamos as armas que temos para combater este estado de coisas, a crítica, a ironia, o sarcasmo. As mentalidades hão-de mudar, tardam mas mudarão. O que não vale é baixarmos os braços.
    Bjokita e boa semana.

    @Zig: Boa essa! Realmente começo a interrogar-me se os Espanhóis quereriam este peso em cima das costas. Beja está doente de Letargia. O potencial há-de aparecer quando aparecerem as pessoas certas. Tudo na vida tem um momento certo.
    Um abraço e uma boa semana.

    By Blogger Abade.anacleto, at setembro 18, 2006 9:55 da manhã  

  • Muito obrigado! Ainda tenho muito para aprender...

    Abraço e boa semana!

    By Blogger RCataluna, at setembro 18, 2006 4:51 da tarde  

  • Amigo
    Um abraço desde a serra da Gardunha, passando pela Lisboa das Tapadas e da beira-Tejo até atravessar os campos de feno e chegar aos ombros de vossa senhoria.
    Luís

    By Blogger oasis dossonhos, at setembro 19, 2006 4:23 da tarde  

  • Rachid estrangeiro
    eu não, sei não sei porque é que os ministros e os deputados, ganham tanto dinheiro, eu creio que se eles abdicarem só de uma parcela do que tanto dinheiro que eles ganham, já era suficiente pra que a maternidade de mirandela continuasse aberta, e talvez ainda dava para construir ainda outros hospitais. (esqueço estou só a brincar).
    Deixem lá os minisros gastarem o seu Dinheiro, onde queserem, seja no casino, nos hoteis de 5 estrelas, enquanto os pobres sofrem. eles est~eo é nas tintas para no´s

    By Anonymous Anónimo, at setembro 22, 2006 10:08 da manhã  

  • @Rachid: Tens toda a razão!
    Um abraço.

    By Blogger Abade.anacleto, at setembro 22, 2006 11:16 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home


 
Free Web Site Counter
Free Counter